Estado de SP amplia os serviços gratuitos voltados às mulheres

Nesta sexta-feira (8), secretário da Justiça e Cidadania assinará protocolo de intenção para aumentar atendimento às cidadãs

Secretaria da Justiça e Cidadania (SJC) promoverá, até o fim de março, uma série de ações para a valorização das mulheres. Na próxima sexta-feira (8), Dia Internacional da Mulher, a partir das 14h, o secretário da pasta, Paulo Dimas Mascaretti, e representantes de universidades e da sociedade civil assinarão um protocolo de intenção para ampliar o atendimento de serviços gratuitos voltados às mulheres nas áreas de saúde, educação, lazer, direito, psicologia e assistência social.

A modelo Luiza Brunet também participará da cerimônia. Vale destacar que os atendimentos serão prestados por alunos dos cursos de Medicina, Direito, Psicologia, Nutrição, Educação Física e Serviço Social em órgãos públicos como os Centros de Integração da Cidadania (CICs), mantidos pela pasta, em Delegacias de Defesa da Mulher e em hospitais.

“As atividades serão orientadas e acompanhadas por professores das instituições de ensino. A Coordenação de Políticas para a Mulher da SJC fará a gestão do protocolo de intenção, promoverá reuniões, oficinas de capacitação e avaliação das atividades executadas pelos estudantes”, explica a coordenadora de Políticas para a Mulher, Albertina Duarte Takiuti.

Palestra

A partir das 15h, no auditório Espaço da Cidadania “André Franco Montoro” na SJC, a ginecologista Maria de Fátima Duarte ministrará a palestra “Histórias de Superação – Atendimento à Mulher Deficiente”.

Maria de Fátima é especialista em Sexualidade pelo Programa de Estudos em Sexualidade (ProSex) do Hospital das Clínicas e tem certificado de atuação na área de Sexologia pela Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo).

Autora de diversos livros, a ginecologista, desde julho de 2012, trabalha no Projeto Sábado Sem Barreiras, primeiro ambulatório de atendimento ginecológico à mulher com deficiência. O serviço é oferecido no Hospital Pérola Byington, no último sábado de cada mês.

Campanha

Na ocasião, a SJC também lançará a campanha “Mulher, Você Pode!”, para valorizar o papel das cidadãs na transformação da sociedade. Um vídeo a ser divulgado no site e nas mídias sociais da pasta apresentará histórias de superação de trabalhadoras, mães e de empreendedoras de sucesso.

As servidoras da Secretaria da Justiça e Cidadania foram escolhidas para estampar os cartazes da iniciativa, uma forma de homenageá-las pelas atividades desenvolvidas em São Paulo. A campanha contará ainda com materiais diversos para divulgação na web. As peças exibirão mensagens como: “Na Secretaria da Justiça e Cidadania, a Mulher é Cidadã” e “Conheça as Políticas para a Mulher da SJC”.

“A ONU oficializou 8 de março como o Dia Internacional da Mulher. A data homenageia as mulheres que reivindicaram o direito ao voto, melhores condições de trabalho, e, acima de tudo, que lutaram e que ainda lutam pelo respeito à dignidade da pessoa humana para evitar qualquer tipo de agressão física ou moral”, afirma o secretário da Justiça e Cidadania, Paulo Dimas Mascaretti.

A estrutura da SJC conta com órgãos que oferecem suporte para atendimento médico, jurídico, psicológico e de assistência social à mulher para promoção da saúde, preservação de direitos e proteção à vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *