Joias e acessórios com viés político ganham espaço nas redes sociais

Peças autorais fazem sucesso entre grupos de esquerda, e vão de camisetas, canecas e chaveiros de bronze, a joias de prata e de ouro

Não é de hoje que símbolos políticos, ideológicos e socioeconômicos ornam jaquetas, bandeiras, bonés e camisetas de pessoas ligadas a causas políticas e sociais, simpatizantes e filiados de partidos políticos, e lideranças públicas. À medida em que cresce o engajamento de pequenos negócios geridos por meio das redes sociais, também surgem perfis dedicados a oferecer acessórios com viés político nas plataformas digitais. Um dos símbolos mais encontrados nesses acessórios são a foice e o martelo, emblemas da Revolução Russa, ícones que representam a classe trabalhadora e que dão identidade aos movimentos simpatizantes dos pensamentos socialista e comunista.

Um perfil no Instagram e no Facebook intitulado A Forja Vermelha – @aforjavermelha começou oferecendo aos seguidores um chaveiro no formato de foice e martelo, confeccionado em bronze, e que também tem a função de abrir garrafas. Sucesso entre grupos de esquerda, a peça já se tornou queridinha dos amantes das ideias relacionadas ao comunismo e ao socialismo. Feito por meio da técnica de fundição por cera perdida pelo artesão e ourives mineiro Renato Silva, o chaveiro abridor de garrafa comunista “nasceu a partir do pedido de um amigo muito especial, que viu uma foto ilustrativa de uma foice e martelo abrindo uma garrafa de cerveja e me desafiou a criar um para ele. Então, fui para o ateliê pensar e desenhar algumas ideias que viabilizassem um chaveiro que também pudesse ter a função de abrir garrafas, mas sem perder as características originais dos ícones. Deu certo!”, explica o autor das peças.

Joias políticas

O chaveiro abridor de garrafa comunista acabou servindo de inspiração para a confecção de outros acessórios, como brincos, broches, PINs, anéis e pingentes de prata e de ouro. A procura pelas peças de foice e martelo da @aforjavermelha vem aumentando e elas já fazem parte do portfólio de produtos de outros perfis que comercializam acessórios políticos e ideológicos, como o @queissocamarada, que oferece camisetas, máscaras, pôsteres e panos de prato, além dos chaveiros e brincos comunistas.

O nome A Forja Vermelha foi inspirado em uma publicação sindical portuguesa dos anos 1970.

Mais informações, nos perfis:

Instagram – https://www.instagram.com/aforjavermelha/

Facebook – https://www.facebook.com/aforjavermelha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *