Polícia Militar Ambiental interdita canil com cerca de mil animais

Ação desta quarta-feira (13) ocorreu em Piedade, no interior paulista, com apoio da Patrulha de Defesa Animal do Estado

Nesta quarta-feira (13), agentes do 1º Batalhão de Polícia Militar Ambiental do Estado de São Paulo fecharam um canil após denúncias de maus-tratos no município de Piedade. Os trabalhos contaram com o apoio da Patrulha de Defesa Animal, da Subsecretaria Estadual de Defesa dos Animais.

A equipe de Policiamento Ambiental atendeu uma denúncia em que localizou um estabelecimento com várias irregularidades no bairro Goiabas. Quando chegou ao local, a patrulha encontrou cerca de mil cachorros de raças variadas em situação de maus-tratos, além de medicamentos vencidos, aplicados de forma inadequada aos animais.

Resgate

Os policiais identificaram itens em desacordo com as normas estabelecidas no canil, que possuía ambientes divididos em alas, como superlotação e fezes acumuladas, entre outros. A vigilância sanitária foi acionada, além da perícia e da guarda municipal do local para as constatações.

Os cachorros são encaminhados a locais para a recuperação de acordo com o estado de saúde. De acordo com o tenente Huerte, diretor da Patrulha de Defesa Animal, os cães mais debilitados seguem para o Instituto Luisa Mell, que atua no resgate de animais feridos ou em situação de risco, recuperação e adoção.

“Trata-se da ocorrência com o maior número de resgatados nos últimos meses”, destaca o diretor da Patrulha de Defesa Animal, em funcionamento desde 1º de outubro de 2018. A ocorrência permanece em andamento para as apurações administrativas e judiciais no canil.

Denúncias

A Subsecretaria Estadual de Defesa dos Animais possui um canal de denúncias sobre situações de maus-tratos na Grande São Paulo: 0800-600-6428. Os cidadãos podem informar a respeito de ocorrências que envolvam cães e gatos, flagrantes de abandono, envenenamento, abuso físico, mental ou emocional, animais privados de água ou alimento, presos por correntes ou em locais muito pequenos e sem abrigo de sol, chuva, calor, frio e vento.

Também é possível fornecer informações por meio do telefone 190, da Polícia Militar do Estado de São Paulo, além do encaminhamento de denúncias para a Polícia Militar Ambiental em todo o território paulista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *