Procurado da Justiça é preso graças ao sistema de reconhecimento facial

Homem passava por local que conta com software e alarme disparou

Um homem foi preso na manhã desta quarta-feira (4), no Bairro Nova Mirim, graças ao sistema de reconhecimento facial, que integra o parque tecnológico de Praia Grande. A tecnologia tem sido uma importante aliada da Administração Municipal no combate à criminalidade e na redução dos índices criminais.

De acordo com informações do Centro Integrado de Comando e Operações Especiais (Cicoe), o homem passava pelo viaduto 4 da Via Expressa Sul, que liga os bairros Mirim e Nova Mirim, quando o sistema reconheceu seu rosto como sendo procurado, conforme dados disponibilizados pela Polícia Civil.

Imediatamente, equipes da Polícia Militar foram acionadas ao local, conseguindo abordar o suspeito na Avenida 31 de Março. Revistado, nada de irregular foi encontrado com ele. Porém, em pesquisa aos antecedentes, constou ser procurado da Justiça e os policiais encaminharam a ocorrência ao DP Sede, sendo constatado que realmente o homem era procurado da Justiça pelo crime de furto.

De acordo com o inspetor-chefe do Departamento de Planejamento e Tecnologia da Secretaria de Assuntos de Segurança (Seasp), Marco Alves dos Santos, o sistema já vem sendo usado ao longo deste ano em diversos pontos da Cidade, inclusive em eventos com grande concentração de pessoas. “É um sistema bastante eficiente e que contribui muito com o trabalho da Polícia Civil na questão da captura de procurados, como foi este caso”.

As câmeras capazes de reconhecer rostos estão instaladas em locais estratégicos da Cidade, conforme apontamentos da Guarda Civil Municipal e Polícia Militar.

Praia Grande investe maciçamente em tecnologia na área de Segurança Pública, contando, ao todo, com cerca de 2.500 câmeras instaladas. Um outro exemplo de tecnologia a favos da segurança em Praia Grande é o chamado “cerco eletrônico”, que consegue identificar qualquer veículo que acesse a Cidade, contribuindo significativamente para a redução dos índices de furto e roubo de veículos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: