Prefeitura de Itanhaém se manifesta contra o pedágio

CONTRA – Ainda que a rodovia seja um modal pertencente ao Estado, o prefeito manifestou sua contrariedade ao projeto proposto para concessão

A Prefeitura manifestou, mais uma vez, ao Governo do Estado, a posição contrária ao projeto de instalação de uma praça de pedágio na Rodovia SP-055 no perímetro de Itanhaém. Em audiência no Palácio dos Bandeirantes nesta segunda-feira (4), o prefeito Tiago Cervantes esteve reunido com o secretário de Estado de Projetos e Ações Estratégicas, Rodrigo Maia, novo responsável pelo programa de concessões estaduais.

O edital está suspenso desde 3 de setembro em atendimento à decisão proferida pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, no âmbito do processo nº TC-001179898921-6. Cervantes apresentou ao novo secretário apontamentos feitos pela Administração Municipal ao projeto proposto para a concessão da rodovia, elaborado pela Agência de Transportes do Estado de São Paulo (ARTESP).

“Além do pedágio que divide a cidade segregando a população, existe uma série de inconsistências no projeto que são prejudiciais à mobilidade urbana, ao acesso a serviços essenciais e ao crescimento ordenado do município”, enfatizou Cervantes, que tratou do tema em reunião no dia 9 de agosto com o vice-governador e então responsável pelas concessões, Rodrigo Garcia.

O secretário recebeu os pedidos da Prefeitura de Itanhaém e fará gestão junto aos técnicos da ARTESP responsáveis pela elaboração do edital, a fim de buscar alternativas aos apontamentos elencados pela Administração Municipal que podem provocar graves prejuízos ao município.

“Estarei no aguardo deste retorno e vamos persistir até que a ARTESP acolha as nossas reivindicações”, concluiu o prefeito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *