Instituto Cactus lança grande levantamento sobre a Saúde Mental no Brasil

“Caminhos em Saúde Mental” inaugura novo olhar sobre os consensos e disparidades do tema no país

Movido pela vontade de disponibilizar informações acessíveis e de qualidade às pessoas, o Instituto Cactus lança o livro “Caminhos em Saúde Mental”. O projeto representa um relatório inédito sobre os caminhos de atuação em saúde mental no Brasil, cujo objetivo é promover um olhar mais amplo e, ao mesmo tempo, aprofundado sobre o tema, com as principais abordagens e definições de estratégias. 

Desenvolvido entre os meses de março e dezembro de 2020, em parceria com o Instituto Veredas, o levantamento se propõe a oferecer um complexo entendimento a respeito das impermanências do campo da saúde mental no país e já está disponível na íntegra para download.  Para tanto, considerou os consensos produzidos por organismos internacionais e a própria experiência brasileira – que por décadas serviu de modelo para a construção de estratégias comunitárias de cuidado no mundo. 

O livro vai de encontro com um dos grandes objetivos do Cactus, que é levar o conhecimento de qualidade – através do debate aberto, informativo, empático e menos polarizado sobre os consensos e disparidades presentes nesse contexto – e ser um agregador, com propósito de engajar, além da sociedade geral, o envolvimento de setores importantes, como governos, academias, poderes públicos, assim como os próprios usuários de serviços em saúde mental. 

“O desejo de transformar os subsídios deste processo de desenvolvimento institucional em um documento público nasceu do entendimento de que ele também poderia apoiar o fortalecimento de outras organizações e atores-chave interessados na garantia de direitos e na promoção da saúde mental de adolescentes e mulheres, assim como do campo como um todo,” explica Maria Fernanda Resende Quartiero, diretora e presidente do Instituto Cactus. 

Ao lançar luz sobre a discussão da saúde mental no Brasil e levantar o conhecimento sobre essa causa, o projeto também idealiza conscientizar os indivíduos para que eles mesmos possam criar mecanismos de ação e transformação. “Caminhos em Saúde Mental” acredita que uma sociedade instrumentalizada com informações claras e coesas, com apoio de políticas públicas intersetoriais consistentes, é capaz de promover intervenções em suas comunidades e meios sociais de convívio, sabendo onde e quando procurar ajuda. 

“O trabalho do Instituto Cactus, que começa a sua atuação no campo da saúde mental com os públicos prioritários de mulheres e adolescentes, representa um esforço vital para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e da Agenda 2030 das Nações Unidas, com suas aspirações por uma população global saudável, equitativa, educada e capacitada até o final desta década,” reforça Luciana Barrancos, gerente executiva do Instituto Cactus. 

É com essa proposta que o Instituto Cactus busca trazer ainda mais pessoas e setores para dentro desse espaço, ainda tão pouco discutido. O download do material pode ser feito gratuitamente através do link: 

https://www.institutocactus.org.br/caminhos-em-sa%C3%BAde-mental

Conheça os Institutos 

O Instituto Cactus é uma organização sem fins lucrativos que trabalha para a prevenção e promoção da saúde mental no Brasil, em especial de mulheres e adolescentes, através da geração de conhecimento, implementação de ferramentas de prevenção, colaboração em políticas públicas, articulação de ecossistemas e conscientização da sociedade sobre o tema. O conselho consultivo do Instituto reúne nomes Christian Dunker, psicanalista, professor Titular em Psicanálise e Psicopatologia do Instituto de Psicologia da USP, Natalia Cuminale, jornalista especializada em saúde e fundadora do Futuro da Saúde, Márcio Bernik, psiquiatra e coordenador do Laboratório de Ansiedade da Faculdade de Medicina da USP, Marcia C. Castro, chefe do Departamento de Saúde Global e População na Faculdade de Saúde Pública de Harvard, e Marina Feffer Oelsner, Co-fundadora do Generation Pledge.

O Instituto Veredas é uma organização sem fins lucrativos que tem por missão construir pontes entre gestão pública, academia e sociedade civil, de forma que o conhecimento técnico e científico possa ser utilizado no aperfeiçoamento de políticas públicas e intervenções sociais. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.