Mudança na Selic impacta financiamento de veículo?

A Taxa Selic é um dos principais temas das conversas diárias sobre economia, sendo um termo muito repetido nos telejornais, por exemplo. 

A maioria das pessoas, no entanto, não entende exatamente o que ela significa, o seu funcionamento e que impacto ela tem sobre as decisões diárias dos brasileiros, incluindo algo tão importante como o financiamento de veículos.

Neste artigo, vamos te explicar direitinho o que é a Selic e como as variações dela podem impactar na aquisição do seu veículo. Por fim, ainda daremos dicas de como conseguir as melhores taxas no financiamento.

O que é a Selic

A Taxa Selic é o valor de referência para todas as taxas de juros da economia. Ela também indica a rentabilidade dos títulos da dívida pública, emitidos pelo Governo. Essas são algumas das definições básicas do que é a Taxa Selic.

Mas a palavra Selic, na verdade, é a sigla para Sistema Especial de Liquidação e Custódia. E o que é isso? É uma espécie de mercado, onde o Banco Central (aquele que regula as questões financeiras do país) e outras instituições financeiras (como os bancos) negociam, ou seja, compram e vendem os títulos da dívida pública.

Por que eles fazem isso? Por um lado, o Governo precisa emitir títulos para conseguir financiar as suas despesas. Na prática, ele está se endividando e os títulos são uma garantia para os credores (a maioria são instituições financeiras, mas qualquer um pode comprar os títulos) de que a dívida será paga, com acréscimo de juros, definido pela Taxa Selic.

Veja também: Entenda como a taxa Selic influencia suas ações na Bolsa

Por outro lado, a negociação de títulos do Governo é uma medida importante para regular a economia, incidindo sobre indicadores como a inflação e as taxas de juros de diferentes formas de crédito – incluindo o financiamento de veículos. Em resumo:

  • Se a taxa Selic estiver alta, as taxas de juros da economia vão aumentar, encarecendo as diversas opções de crédito. Dessa forma, os consumidores terão menos dinheiro à disposição, gastarão menos e a inflação vai cair.
  • Se a taxa Selic estiver baixa, as demais taxas de juros vão diminuir, as pessoas terão mais crédito e mais dinheiro à disposição, consumindo mais e aumentando a inflação.

Como a taxa Selic é determinada?

Os bancos realizam operações financeiras a todo momento, recebendo milhões de depósitos todos os dias. O Banco Central obriga que eles repassem uma parcela desses depósitos para uma conta especial, como forma de controlar a quantidade de dinheiro que está na economia. 

Para conseguir ter o valor esperado na conta do BC, os bancos realizam empréstimos entre si, chamados de Certificados de Depósitos Interbancários (CDI), e usam os títulos públicos como uma garantia.

Mas é importante dizer que há, na verdade, duas taxas Selic. Uma é chamada de taxa Selic Over, e corresponde à taxa de juros efetiva dos títulos públicos. A outra é a taxa Selic Meta, determinada pelo Copom (Comitê de Política Monetária), e que corresponde ao valor abordado em geral na sociedade. 

A Over muda a todo momento, conforme vão se realizando as operações entre o BC, os bancos e outros compradores de títulos públicos, e o objetivo do Banco Central é que ela fique o mais próximo possível da Selic Meta.

Para conseguir isso, o BC vende mais ou menos títulos da dívida pública, até fazer com que a taxa Over se aproxime da taxa Meta. Caso a Selic esteja alta, os bancos vão preferir negociar com o governo, aumentando as taxas de juros das suas operações com outros bancos e também com os consumidores em geral. 

No caso de a Selic estar baixa, no entanto, os bancos terão mais crédito disponível para os consumidores, a uma taxa de juros mais baixa.

Financiamento de veículo: como funciona

O financiamento de veículo é uma forma de crédito em que a instituição financeira empresta o dinheiro para um fim específico, que é a aquisição de um veículo. 

Por envolver valores normalmente altos, o financiamento de veículos costuma ser menos acessível que outras formas de crédito, como o empréstimo pessoal, por exemplo. 

A sua taxa de juros, no entanto, costuma ser bem baixa, já que o próprio veículo serve como uma garantia para o negócio.

O financiamento pode se dar sobre o valor integral do veículo ou apenas sobre uma parte, quando o consumidor opta por pagar o restante com outras fontes, como uma poupança pessoal, por exemplo.

Caso o consumidor não consiga quitar todas as parcelas do financiamento, a instituição financeira pode entrar na justiça para obter a posse do veículo e posteriormente leiloá-lo, de modo a ter seu investimento ressarcido.

Diferença entre financiamento e refinanciamento

Apesar de ter um nome parecido, o refinanciamento de veículos funciona de forma bem diferente. Trata-se, na verdade, de um empréstimo com garantia de veículo. 

Nele, o consumidor adquire um crédito com a instituição financeira, para gastar como ele bem desejar, e coloca o seu veículo como garantia de que as parcelas serão quitadas.

Como a Selic impacta o mercado automobilístico

Como dissemos, a Selic acaba impactando a maioria dos preços da economia, em especial as taxas de juros dos créditos. O financiamento de veículo está incluído nessa dinâmica e também tem a sua taxa de juros impactada pelas variações da taxa Selic.

Entretanto, geralmente esse impacto é bem pequeno. Um aumento da taxa Selic pode causar um aumento pequeno da taxa de juros do financiamento, que acaba sendo diluído nas várias parcelas pagas pelo consumidor.

No longo prazo, no entanto, o efeito é mais significativo. Nos últimos anos, por exemplo, o Banco Central veio diminuindo a taxa Selic sucessivamente, e isso se refletiu numa queda da taxa de juros dos financiamentos de veículos. Agora, a tendência é que a entidade aumente a taxa, o que pode também vai impactar no financiamento.

Como conseguir as melhores taxas

O financiamento de veículos é uma forma de crédito menos acessível, como já dissemos. Para conseguir financiar integralmente um veículo, por exemplo, geralmente é preciso ter um score de crédito alto. Quem não atende essa exigência, no entanto, pode optar por financiar apenas uma parte do veículo e oferecer garantias, de modo a conseguir uma taxa de juros mais vantajosa.

Cabe destacar que, para se chegar à taxa de juros mais adequada, o consumidor, obviamente, não deve ficar esperando a taxa Selic diminuir, embora ela seja um indicador relevante. O segredo está na boa e velha pesquisa.

Pesquise e compare diferentes opções de financiamento de veículo até encontrar aquela com a melhor taxa de juros. Gostou desse artigo? Então dá uma conferida no nosso blog e no nosso canal do YouTube, que estão cheios de conteúdos semelhantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *