Excesso no consumo de alimentos embutidos pode ser prejudicial à saúde

Sal e aditivos químicos em grande quantidade podem provocar câncer, quando somados a fatores genéticos e hábitos de vida

Os alimentos embutidos, produtos constituídos à base de carne, principalmente suína, picada e condimentada com forma geralmente simétrica, são consumidos com frequência pela população brasileira em diversas refeições.

Contudo, especialistas alertam que os ingredientes podem causar prejuízos à saúde, por serem alimentos pobres em nutrientes e cheios de substâncias químicas. O sal e aditivos químicos utilizados em excesso neles podem provocar câncer, quando somados a fatores genéticos e hábitos de vida.

“O sódio está fortemente presente nesses alimentos, como linguiça, salsicha, salame, presunto e mortadela. Deve haver muita moderação no consumo destes alimentos”, explica a nutricionista Karin Klack.

A doceira Rosania Santos afirma que gosta muito dos embutidos: “Prefiro o peito de peru ao peito de frango. O gosto do defumado é melhor”, afirma. Já a funcionária pública Ana Maria Barbosa Silva conta que tem dois filhos que não abrem mão dos produtos. “Eles gostam de comer no pão e na refeição. É muito gostoso. Eu também não abriria mão”, salienta.

O médico José Eluf Neto orienta que não é preciso parar, mas comer com moderação. “Não é para comer todo dia. Evite comer os embutidos de manhã e de noite e faça trocas por peixes e frangos. O segredo é saber comer com moderação”, destaca.

O planejamento é uma das maneiras de driblar a falta de tempo e preparar refeições saudáveis para melhorar a alimentação. Reservar alguns minutos do dia pode ser a solução para corrigir a ingestão de alimentos e diminuir o consumo de enlatados e embutidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: