Governo de São Paulo começa a vacinar idosos de 68 anos em abril

Aplicação começa em 5 de abril, quando inicia o cronograma das forças de segurança; vacinação já alcança 6 milhões de pessoas no estado

O Vice-Governador Rodrigo Garcia anunciou nesta sexta-feira (26) o início da vacinação para 340 mil idosos com 68 anos a partir de 5 de abril. Com este novo grupo, SP alcança a marca de 6 milhões de pessoas com imunização garantida em todo o estado.

“Hoje, começou a vacinação em todo o estado da população de 69, 70 e 71 anos de idade. São praticamente 910 mil pessoas que estão agora incluídas no programa estadual de imunização e, a partir do dia 5 de abril, mais 350 mil pessoas na faixa etária de 68 anos”, destacou Garcia

Também em 5 de abril poderão receber doses 185 mil profissionais que integram o público das forças de segurança que atuam no estado. Na semana seguinte, o cronograma passa a incluir 350 mil profissionais da educação maiores de 47 anos, a partir de 12 de abril.

Uma grande operação logística coordenada pela Secretaria de Estado da Saúde é responsável por garantir e otimizar a distribuição das doses por todo o território estadual, com remessas enviadas semanalmente para todas as regiões.

Vacina do Butantan

Na manhã desta sexta-feira, o Governador João Doria anunciou o início o desenvolvimento e a produção-piloto da primeira vacina integralmente brasileira contra o novo coronavírus. A expectativa é que os ensaios clínicos de fases 1 e 2 em humanos com o novo imunizante comecem já em abril, após autorização da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Denominada ButanVac, esta vacina será desenvolvida e produzida integralmente no Butantan, sem necessidade de importação do IFA (Insumo Farmacêutico Ativo). Os resultados dos testes pré-clínicos realizados com animais foram promissores, permitindo continuidade para estudos clínicos em humanos.

A iniciativa do novo imunizante faz parte de um consórcio internacional do qual o Instituto Butantan é o principal produtor e responsável por 85% da capacidade total, com o compromisso de fornecer essa vacina ao Brasil e aos países de baixa e média renda. A produção-piloto do composto já foi finalizada para aplicação em voluntários humanos durante os testes.

Somente em março, o Butantan já disponibilizou 14,3 milhões de doses para a imunização contra o coronavírus em todo país. O quantitativo do mês de março é superior à soma dos quantitativos de janeiro e fevereiro. Até o final de abril, o número de vacinas garantidas por São Paulo ao país somará 46 milhões e o Butantan pretende antecipar em 30 dias a entrega das outras 54 milhões de doses, totalizando 100 milhões de unidades até 30 de agosto.

“Vacina já”

Para agilizar o atendimento na hora da vacinação é muito importante que todas as pessoas já aptas a receberam a vacina realizem o pré-cadastro no site “Vacina Já” (vacinaja.sp.gov.br). Estima-se uma economia de 90% no tempo de atendimento para imunização: leva cerca de 1 a 3 minutos para quem preencheu o formulário e, presencialmente, a coleta de informações leva cerca de 10 minutos.

Vale destacar que não se trata de agendamento e que o uso não é obrigatório para o recebimento da vacina, mas utilizá-la contribui para melhorar a dinâmica dos serviços e a rotina do próprio cidadão.

O pré-cadastro pode ser feito por qualquer pessoa que integre os públicos já previstos na campanha ou por algum familiar ou amigo. Até o momento, a ferramenta já recebeu 4,9 milhões de pré-cadastros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *