Secretaria de Habitação da Praia Grande cadastra famílias no Antártica e prepara diagnóstico para atendimento das demandas

Ação ocorreu em área localizada no final da Rua Profundir

Uma equipe de profissionais da Secretaria de Habitação (Sehab) da Prefeitura de Praia Grande realizou o cadastramento de nove famílias que residem em área invadida localizada no final da Rua Profundir, no Bairro Antártica. A ação ocorreu na segunda-feira (31).

A atividade teve como objetivo ampliar os dados relacionados a estas famílias para a formatação de um diagnóstico sócio econômico dessas pessoas. Assim, a Sehab terá condições técnicas para efetuar um atendimento habitacional específico e que trará, de fato, resolutividade ao caso.

As casas dessas nove famílias se encontram em uma área de preservação ambiental. Outro ponto levantando pela equipe da Sehab na atividade em campo é que as construções irregulares estão próximas ao final do canal deste bairro. O equipamento compõe o sistema de drenagem municipal e encaminha as águas para o mangue. Assim, por estarem em um local inapropriado, são impactadas por alagamentos quando fortes chuvas ocorrem no mesmo período da alta da maré.

“Inicialmente, a Sehab vai estabelecer esse diagnóstico. A partir deste momento teremos condições de estudar o caso da melhor forma possível para um atendimento habitacional adequado”, comentou o secretário de Habitação de Praia Grande, Anderson Mendes.

O secretário confirmou também que será intensificado o monitoramento na área em que as residências irregulares se encontram. A medida visa evitar que ocorram novas invasões.

O diretor da Divisão de Projetos e Programas Habitacionais da Sehab, Severino Amaro da Silva, organizou a equipe que efetuou o cadastramento. No local, os profissionais da pasta constataram que não houve rotatividade no local, ou seja, o número de ocupantes da área permanece o mesmo desde a última vistoria. “Esses dados são importantes para o estudo deste caso”, disse o diretor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *