Grupo Giramundo disponibiliza 3 espetáculos no YouTube

Em comemoração aos 50 anos do grupo, o Giramundo disponibiliza por tempo limitado os espetáculos “A Bela Adormecida”, “Os Orixás” e “As Aventuras do Dr. Botica” na íntegra. Cada montagem poderá ser visualizada gratuitamente durante 15 dias no canal do grupo.

Entre as ações comemorativas aos 50 anos do Grupo Giramundo está a disponibilização na internet de três montagens marcantes da companhia no YouTube, possibilitando a democratização do acervo criado pelos artistas. Os espetáculos são representativos de três períodos distintos e também se diferenciam pelas técnicas de construção e manipulação dos bonecos, o que permite explorar as diferentes vertentes artísticas do Giramundo. As montagens poderão ser conferidas no YouTube do Giramundo a partir da próxima segunda-feira, dia 12 de julho. A cada quinzena, uma produção assinada pelo grupo poderá ser acessada diretamente na plataforma.

Abrindo a temporada de exibições, entre os dias 12 e 26 de julho, o público poderá acompanhar “A Bela Adormecida”, o espetáculo responsável pelo surgimento do Giramundo. Entre os dias 27 de julho e 10 de agosto será a vez de “Os Orixás”, uma experiência musical e visualmente muito rica e potente. No dia 11 de agosto começa a exibição de “As Aventuras do Dr. Botica”, uma história divertida, inspirada no universo dos brinquedos, que seguirá na plataforma até 25/08.

As apresentações fazem parte do plano de contrapartidas ao projeto do Museu Giramundo realizado por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte.

Sobre os espetáculos

“A Bela Adormecida”

Criado em 1971 de forma totalmente despretensiosa, pelos artistas plásticos Álvaro Apocalypse, Tereza Veloso e Maria do Carmo Vivacqua Martins, a Madu, o espetáculo surgiu como uma brincadeira familiar. O trio acabou sendo convidado na época por Júlio Varela, que era diretor do Teatro Marília, para uma temporada na casa, atraindo um grande público e muita repercussão. Desde então o trio foi se aperfeiçoando cada vez mais na criação e construção de bonecos até se tornar uma das maiores referências nacionais e até internacionais na área. Para a primeira montagem, os bonecos foram construídos de forma simples, a partir da técnica de bastão, sendo modelados em papier collé, uma espécie de colagem. O texto foi adaptado por Álvaro Apocalypse à partir do conto de Charles Perrault e, como o Giramundo, em seu início, contava apenas com três integrantes, todas as cenas foram construídas para, no máximo, três manipuladores. A maioria dos bonecos desta primeira versão acabou se deteriorando com o passar do tempo, em função da fragilidade do material, mas o grupo fez uma nova remontagem em 1976, possibilitando a reconstrução de todos os bonecos e cenários. Desta época, apenas a trilha sonora não sofreu ajustes. Em 1991, “A Bela Adormecida” é novamente remontada tornando-se o primeiro espetáculo do grupo a trocar totalmente de mãos.

Os Orixás

Criado oficialmente em 2001, o espetáculo também foi sendo atualizado ao longo da trajetória do grupo. A montagem trata sobre a gênese do mundo, da terra e do homem e a riqueza do panteão africano, seus deuses e heróis, sua mitologia e sua cosmogonia. A música, criada pelo músico Sérgio Pererê, propõe uma viagem ao universo das divindades africanas e seus elementos. A trilha sonora inclusive foi inteiramente refeita na última remontagem e foi gravada por um time de cantores e atores negros. A montagem ressalta a assimilação da cultura Iorubá pelos brasileiros, refletida “em nossa maneira de pensar, na alegria, na culinária, no amor à natureza e na vontade de viver”, segundo Álvaro Apocalypse. “Os Orixás” foi inclusive a última produção do Giramundo dirigida pelo criador do grupo, falecido em 2003.

As Aventuras do Dr. Botica

Encerrando a pequena temporada de espetáculos no YouTube, a montagem escolhida foi “As Aventuras do Dr. Botica”, que apresenta uma história divertida, com personagens únicos, com enredo dedicado à abordagem de valores universais como amizade, compromisso, tolerância e inclusão, transportando o público para um universo de fantasias e ensinamentos. O espetáculo foi inspirado nas cores e na estética dos brinquedos, trazendo o lúdico para a cena, aproximando-se do universo do público e dialoga com o audiovisual. Para alcançar o toque irreal e divertido dos personagens, o Giramundo não utilizou escalas convencionais na hora de conceber os bonecos. Por conta disso, todos os animais retratados possuem praticamente as mesmas dimensões.

::Sobre o Grupo Giramundo::

Criado em 1970 pelos artistas plásticos Álvaro Apocalypse, Tereza Veloso e Madu, o Giramundo é reconhecido como um dos principais grupos de teatro de bonecos do país.  Nos anos 70 e 80, a formação acadêmica e artística de seus fundadores foi responsável por imprimir no grupo o rigor metodológico e estético no planejamento e produção de seus bonecos e espetáculos. Estas características, unidas ao interesse pela cultura brasileira, trouxeram reconhecimento nacional ao Giramundo, garantindo seu lugar na história do Teatro Brasileiro por sua ação transformadora de incorporação de formas e temas adultos, dialogando com questões formais, plásticas e políticas complexas. No ano 2000, o Giramundo conquista sua sede própria, em Belo Horizonte, onde também funciona o Museu, a Escola e o Estúdio de Animação do grupo. Desde a inauguração da sede integrada, o grupo investe na produção de animações e de conteúdos digitais.  Hoje, podemos dizer que o Giramundo rompeu com a ideia de ser um grupo de teatro para se transformar em um grande núcleo multimídia, experimentando a vivência de uma cena de animação variada, onde convivem bonecos reais e suas versões digitais. Essa mistura do teatro de bonecos, vídeo, animação, cinema, música, dança e artes plásticas parece ser o território do Giramundo do século XXI.

Serviço

Grupo Giramundo disponibiliza 3 espetáculos no YouTube

“A Bela Adormecida”, de 12 a 26/07

Os Orixás”, de 27/07 a 10/08

As Aventuras do Dr. Botica”, de 11 a 25/08

https://www.youtube.com/c/GrupoGiramundo/featured

Classificação etária: livre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *