Secretaria da Saúde mantém vacinação de bebês contra sarampo em SP

Foco da ação é para crianças entre 6 meses e 1 ano, faixa etária mais vulnerável à doença; vacina é meio mais eficaz de proteção

O Estado de São Paulo segue vacinando contra sarampo bebês com idade entre 6 meses a menores de 12 meses, conforme recomendado pelo Ministério da Saúde. A faixa etária é considerada mais vulnerável a casos graves e óbitos, e representa cerca de 13% do total de casos registrados em no Estado.

A vacina tríplice viral protege contra sarampo, rubéola e caxumba. A aplicação da chamada “dose zero” visa proteger as crianças e não será contabilizada no calendário nacional de vacinação da criança, ou seja, os pais ou responsáveis também deverão levar as crianças aos postos para receber a tríplice viral aos 12 meses e também aos 15 meses para aplicação do reforço com a tetraviral, que protege também contra varicela.

Os municípios devem ainda seguir realizando ações de bloqueio diante da notificação de casos da doença. Além disso, as pessoas que tiverem dúvidas quanto à imunização adequada devem procurar um posto de vacinação, com a carteira vacinal em mãos, para que um profissional de saúde verifique a necessidade de aplicação da dose, que será administrada de forma “seletiva”, ou seja, apenas em quem tiver alguma pendência.

O Programa Estadual de Imunização prevê que crianças e adultos, com idade entre um ano a 29 anos, devem ter duas doses da vacina contra o sarampo. Acima desta faixa, até 59 anos, é preciso ter uma dose. Não há indicação para pessoas com mais de 60 anos, pois esse público potencialmente teve contato com o vírus, no passado.

O Centro de Vigilância Epidemiológica estadual realiza monitoramento contínuo da circulação do vírus. Neste ano, até o momento, há 2.982 casos confirmados no Estado; destes, 63% se concentram na capital, com 1.883 casos. Na última semana, foram confirmados três óbitos decorrentes da doença. As vítimas foram um homem de 42 anos, da capital sem histórico de imunização contra a doença, e dois bebês – uma menina de 4 meses, de Osasco; e um garoto de 9 meses, também da cidade de São Paulo.

A recomendação para as mães de crianças com idade inferior a 6 meses é evitar exposição a aglomerações, manter higienização adequada, ventilação adequada de ambientes, e sobretudo que procurem imediatamente um serviço de saúde diante de qualquer sintoma da doença, como manchas vermelhas pelo corpo, febre, coriza, conjuntivite, manchas brancas na mucosa bucal. Somente um profissional de saúde poderá avaliar e dar as recomendações necessárias.

Relação das cidades com casos confirmados de sarampo:

MunicípioNº casos
Agudos1
Americana1
Aparecida1
Araçariguama3
Araçatuba2
Artur Nogueira1
Arujá2
Atibaia6
Barueri52
Bastos1
Bauru11
Bertioga1
Birigui1
Biritiba-mirim1
Bom Jesus Dos Perdoes1
Caçapava10
Caieiras10
Cajamar2
Campinas27
Carapicuíba40
Catanduva1
Cotia4
Diadema14
Embu2
Embu-Guaçu4
Fernandópolis47
Ferraz De Vasconcelos2
Franca8
Francisco Morato27
Franco Da Rocha28
Getulina1
Guapiaçu1
Guararema3
Guaratinguetá1
Guarujá10
Guarulhos66
Hortolândia3
Ibitinga1
Ilhabela1
Indaiatuba7
Itapecerica Da Serra3
Itapetininga1
Itapevi3
Itapira1
Itápolis1
Itaquaquecetuba9
Itatiba2
Itu2
Itupeva1
Jacareí2
Jaguariúna2
Jales1
Jandira5
João Ramalho1
Jose Bonifácio2
Jundiaí8
Lençóis Paulista1
Limeira1
Louveira3
Macedônia1
Mairiporã42
Mariápolis1
Marília9
Mauá63
Meridiano1
Mirassol2
Mogi Das Cruzes11
Moji-mirim1
Monte Mor1
Olímpia1
Osasco53
Paulínia3
Pedro De Toledo1
Penápolis1
Peruíbe8
Piedade1
Pindamonhangaba4
Piracaia1
Pirassununga1
Poa5
Pradópolis1
Praia Grande7
Presidente Epitácio1
Presidente Venceslau3
Ribeirão Pires24
Ribeirão Preto6
Rio Claro1
Rio Grande Da Serra2
Salto Grande1
Santa Isabel2
Santana De Parnaíba23
Santo André169
Santos28
São Bernardo Do Campo63
São Caetano Do Sul17
São Carlos2
São Jose Do Rio Preto18
São Jose Dos Campos8
São Paulo1.883
Sertãozinho8
Socorro1
Sorocaba15
Sumaré4
Suzano4
Tabapuã1
Taboão Da Serra5
Taquaritinga1
Taubaté4
Valinhos2
Vinhedo8
Votuporanga5
Total2.982

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: