1win kazino glory-casino pin-up 1win pin-up pin-up
Saúde

Combate à Litíase Renal: prevenção e tratamento

Hidratação e cuidados personalizados no centro da saúde renal

A Pedras nos rins, ou litíase renal, é uma das causas mais frequentes de cólicas renais. Os cálculos podem ter diversas composições, sendo os mais frequentes os de oxalato de cálcio e de ácido úrico. Podem causar perda de sangue na urina (hematúria), infeções renais (pielonefrite) ou cólica renal.

Hidratação: A primeira linha de defesa

Dr. Passerotti enfatiza a importância da hidratação. “Não tem uma receita de bolo para a quantidade de água ideal”, explica ele, destacando que fatores como o ambiente e atividade física influenciam a necessidade de cada indivíduo. O especialista sugere a cor da urina como um indicador prático: “Se está muito amarela, está faltando água. Tem que estar sempre clarinha.”, destaca o Dr.

Desafios particulares das mulheres

As mulheres enfrentam desafios específicos em relação à saúde renal. A relutância em utilizar banheiros públicos pode aumentar o risco de infecções urinárias, que podem complicar casos de litíase renal. “A mulher tanto segura, retém mais urina, quanto as fezes”, Dr. Passerotti explica, sublinhando a necessidade de conscientização sobre esses hábitos e seus riscos.

Dieta e Litíase Renal

A relação entre dieta e cálculos renais. Países com alto consumo de alimentos industrializados e sal apresentam incidências maiores de cálculos. Ele recomenda a ingestão de sucos ricos em citrato, como o de limão, que ajudam a prevenir a formação de pedras de cálcio.

Sintomas e tratamento

Quanto aos sintomas, a dor é um sinal inequívoco de litíase, podendo ser acompanhada de ardência ao urinar, especialmente se houver uma infecção associada. Em termos de tratamento, Passerotti aponta que a abordagem depende do tamanho e localização do cálculo. Com os avanços tecnológicos, a litotripsia extracorpórea e outros procedimentos menos invasivos substituíram cirurgias abertas.

Monitoramento e cuidados pós-operatórios

Acompanhamento pós-operatório é crucial. “Não tem garantia”, comenta sobre a recorrência dos cálculos, mesmo após a remoção. O uso de catéteres como o duplo J durante a recuperação é comum, apesar de poder causar desconforto.

A prevenção é sempre o melhor caminho. Beba água, ajuste sua dieta e não ignore os sinais do seu corpo. Seu compromisso com a saúde renal é notável, e sua expertise oferece um farol de conhecimento para aqueles navegando nas águas, por vezes turbulentas, da urologia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1win mexico