Plantões extras da Guarda Civil já refletem nos índices criminais de PG

Resultados foram apresentados nesta terça-feira (14)

A redução dos índices criminais em Praia Grande é um dos principais objetivos da Administração Municipal, por meio de ações e projetos da Secretaria de Assuntos de Segurança Pública (Seasp). Uma das mais recentes ações nesse sentido foi a implantação de plantões extras para a Guarda Civil Municipal (GCM). Pouco mais de um mês após a medida ser colocada em prática, os resultados já são evidentes.

De acordo com levantamento apresentado nesta terça-feira (14) ao secretário responsável pela pasta, José Americo Franco Peixoto, 14 bairros foram beneficiados com a medida, totalizando 54 pontos que antes não contavam com patrulhamento específico. O resultado foi um aumento de, em média, 407,69% na frequência do patrulhamento.

Este foi o primeiro relatório elaborado desde a implantação do programa, denominado Cidade Segura, implantado há pouco mais de um mês com o objetivo de otimizar as equipes da GCM nas ruas. 

Até então, os plantões extras eram pagos apenas em situações extraordinárias, como temporada de verão e eventos de maior porte que demandassem reforço na segurança. Agora, funciona como uma espécie de Dejem (Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar – adotado pela PM).

O levantamento apontou ainda que os principais problemas dos bairros estão relacionados à desordem física, como o descarte irregular de lixo e de resíduos. Consequentemente, os bairros que já receberam o programa Cidade Total, que teve início em março, apresentaram menos problemas.

Para o secretário José Americo Franco Peixoto, o resultado foi considerado bastante positivo e pode ter reflexos ainda mais significativos nos próximos meses. “A partir do momento em que essas situações de desordem vão sendo solucionadas, os índices criminais também tendem a diminuir”.

Um exemplo disso está no comparativo com os dados do Infocrim, banco de dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP). O Bairro do Samambaia, por exemplo, teve um total de 24 ocorrências criminais em fevereiro; 25 em março; e 12 em abril, quando o programa já estava implantado.

O objetivo é compartilhar os resultados também com o comando da Polícia Militar.

Apresentação – Também nesta terça-feira, o prefeito de Praia Grande, Alberto Mourão, anunciou um importante reforço nos quadros funcionais da Seasp. O coronel da Reserva da Polícia Militar, Maurício Vieira Izumi, ex-comandante do 45º Batalhão de Polícia Militar do Interior (45º BPM-I), assumiu o cargo de subsecretário operacional da pasta.
A apresentação aconteceu no Paço Municipal e contou com a presença de autoridades civis, militares e do Poder Judiciário, além de secretários municipais.

O prefeito explicou que decidiu convidar o ex-comandante após observar sua forma de trabalhar durante os anos que esteve à frente do 45º. ‘Ele tem um diferencial: estava sempre trabalhando, estava sempre na rua com suas equipes e entendia os problemas da tropa e da Cidade. Espero que ele traga, com sua experiência, ainda mais condições para baixarmos os índices criminais do Município”.

Com 32 anos de carreira e formado nas faculdades de Direito e Psicologia, Izumi serviu várias unidades da região e se aperfeiçoou ao longo dos anos com cursos como o de Bombeiros para Oficiais (CBO), o de Aperfeiçoamento de Oficiais (CAO), Multiplicador de Polícia Comunitária, de Resgate e Emergências Médicas e de Produtos Perigosos. “Ao longo dos últimos anos, acompanhei mais de perto o trabalho da Administração Municipal e os avanços na área da segurança, graças às parcerias com a Prefeitura. Agora, começo uma nova fase da minha vida profissional, baseada nos mesmos pilares de quando comecei: apender muito, ajudar pessoas e fazer amigos”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.